Çopyright
pensamento, crítica e criação

90

9 de novembro de 2008

http://www.udc.es/dep/lx/cac/sopirrait

Corunha
Galiza

Documentos Sonoros #6 (em vídeo WMV)

Recital poético do
Cancioneiro do silêncio

Pedro Casteleiro
com Manu Clavijo, guitarra e violino


Cafetaria La Plaza, Corunha, 31 de outubro de 2008, 21:30 h.
Duração aproximada: 38 m. 9 s.

 

Pedro Casteleiro

 

     Tantos anos mais tarde, regressa (temporariamente?) a Çopyright.

     Para que?  Nem sabemos. Talvez, para repetirmos mais uma vez a cerimónia do lazer. Por acaso, para fecharmos um círculo iniciado há mais de doze anos, quando a Internet galega consistia num obscuro quarto de terminais de écrã âmbar e letras lentas, e quando as noites da Corunha consistiam nos experimentos da infinita Companhia Poética da Meia-Noite (isto é, o Pedro Casteleiro) e dos poucos e das poucas poetas que o acompanhavam.

     Talvez não lembrem já.  Mas deixem-nos dizer que a Çopyright começou, precisamente, com os 7 Poetas da Corunha, da Crunha ou d'Acrunha (nunca se sabe como é, e esperamos que nunca se saiba). Aquela era uma pulsão por fazermos chegar as suas vozes mais longe das quatro paredes desta vila. E chegaram. Sabemos que chegaram. Desde então, muitas cousas mudaram na Galiza, e muitas cousas não mudaram nada. Ultimamente, porém, adivinham-se outros ares, até nas letras, até nas assembleias que espalham, contra várias frentes, a unidade da nossa língua.

     A História contar-nos-á o papel que vozes poéticas e humanas como a que hoje colocamos aqui tiveram na criação deste sentir coletivo. Por enquanto, neste entardecer de Domingo calado sobre si mesmo como uma enorme e íntima larva, este número quer ser uma homenagem à constância. Se há alguém que na Galiza atual sente a poesia --fora dos lugares comuns-- e, simultaneamente, é um ser quase normal, essa pessoa é o sempre amigo Pedro Casteleiro. Desfrutem.

Cancioneiro do silêncio

 

Descarregue o arquivo aqui (botão direito) - 101 MB

 
Índice


anteriorÇopyright 89Documentos Sonoros #5: O porvir do galego, um debate entre
Ricardo Carvalho Calero
e
Constantino García González

Colaboradoræscolaboradores