Universidade da Corunha

LINGUÍSTICA GERAL LINGÜÍSTICA GENERAL GENERAL LINGUISTICS
Departamento de Galego-Português, Francês e Linguística

 

Principal
Docentes / Teaching Staff
Matérias da Área / Materias del Área / Courses
Actividades / Events

 

COLÓQUIOS SOBRE DISCURSO E SOCIEDADE - 3
Uma série de palestras sobre condutas linguísticas, estruturas sociais e ideologias

Mário J. Herrero Valeiro

Grafias, ideologias, identidades
(materiais para uma discussão)

Sexta-Feira (Venres), 11 de Dezembro 1998, 12 horas
Salão 0/9, Faculdade de Filologia


RESUMO: A análise dos aspectos ideológicos das escolhas ortográficas é um âmbito de investigação que nos últimos anos está a produzir trabalhos de grande interesse. No âmbito da directa relação entre a planificação linguística e a planificação ideológica-identitária, o controlo sobre a ortografia duma língua desempenha um rol muito importante. Esta importância pode entender-se em termos da "indexicalidade ideológica" da ortografia, aparte do significado desta que aponta para a identidade grupal dos utentes dum determinado sistema gráfico. Assim, o processo de criação duma ortografia não pode ser compreendido como uma actividade neutral que simplesmente trata de reduzir uma língua oral a uma forma escrita, mas um importante veículo simbólico que representa os seus falantes em termos de identidade grupal. Portanto, os debates ortográficos devem ser focados antes como índices de debates identitários do que apenas combates académicos sem implicações sociopolíticas. Nesta ocasião, o nosso objectivo é contribuir para a compreensão da situação sociolinguística galega através da análise dos usos escritos públicos como práticas que situam os indivíduos e os grupos no "espaço social" e agem na construção das identidades individuais e colectivas. Com este intuito, tentaremos contrastar as diferentes propostas normativas existentes -e as ideologias político-linguísticas e identitárias que as geram e sustentam- com alguns exemplos seleccionados de "práticas escritas públicas", tanto nos espaços institucionais (administração, ensino, partidos políticos, meios de comunicação, campo literário, literatura legitimada, publicidade institucional) quanto nos não-institucionais (literatura não legitimada, formas marginais de expressão escrita, graffitis, publicidade não-institucional).

Organiza: Depto. de Filologias Francesa e Galego-Portuguesa
Coordena: Celso Alvarez Cáccamo, Área de Linguística Geral

Para mais informação: 981 167000, ext. 1888
correio electrónico: lxalvarz@udc.es

 

Última actualização: 17/06/03

<< ] ^^ ] >> ]